Campanha Nacional 2021

Ongs Participantes

ONGS
ONGS

Conheça as instituições selecionadas:

Ong Participante
Cufa

A CUFA (Central Única das Favelas) é uma organização brasileira, que existe há 20 anos, reconhecida nacional e internacionalmente nos âmbitos político, social, esportivo e cultural. Foi criada a partir da união entre jovens de várias favelas, principalmente negros, que buscavam espaços para expressarem suas atitudes, questionamentos ou simplesmente sua vontade de viver. Tem o rapper MV Bill como um de seus fundadores. Além dele, a CUFA conta com Nega Gizza, uma forte referência feminina no mundo do rap, conhecida e respeitada por seu empenho e dedicação às causas sociais. Tem ainda o produtor Celso Athayde como coordenador geral.

Para saber mais, clique aqui
Ong Participante
Escoteiros do Brasil

A União dos Escoteiros do Brasil – UEB, fundada em 4 de novembro de 1924, é uma associação com atuação nacional, sem fins lucrativos, de caráter educacional, cultural, beneficente e filantrópico, que congrega todos que praticam o Escotismo no Brasil. É a única organização brasileira reconhecida pela Organização Mundial do Movimento Escoteiro, sendo titular desse registro internacional desde sua fundação. A associação é responsável por dirigir e acompanhar as práticas escoteiras em mais de 1.684 Unidades Escoteiras Locais, em 745 cidades espalhadas em todo o território nacional. No ano de 2019 foram associados aos Escoteiros do Brasil 111.953 pessoas, sendo 82.228 jovens entre 6,5 e 21 anos, e 29.725 adultos voluntários.

Para saber mais, clique aqui
Ong Participante
Gerando Falcões

A Rede Gerando Falcões é um ecossistema de desenvolvimento social que nasceu na favela. A partir de experiências pessoais e do conhecimento acumulado, desenvolveram a crença de que é possível transformar a vida de crianças, jovens, líderes e moradores das favelas, por meio da combinação de educação socioemocional, educação profissional, acesso ao trabalho e tecnologias. O que fazem: entregam serviços de educação, desenvolvimento econômico e cidadania em territórios de favela e executam programas de transformação sistêmica de favelas, como o Favela 3D, além de projetos de urgência social como o Corona no Paredão e Bolsa Digital.

Para saber mais, clique aqui